Nielsen concorrerá com o Ibope na medição de audiência!

Empresa americana concorrerá com o Ibope na medição de audiência.

Empresa americana concorrerá com o Ibope na medição de audiência

Apesar de divergirem, serem concorrentes e baterem de frente na conquista pelo telespectador, SBT, Record, Band e RedeTV! concordam em um ponto: a veracidade da audiência aferida pelo Ibope (única empresa no Brasil que presta o serviço de verificar quantos aparelhos de TV estão ligados e em que canal sintonizam) é altamente questionável. A reclamação é sempre a mesma: os índices de audiência obtidos pela Globo estão quase sempre acima dos atribuídos às demais emissoras, independente do que é exibido.

Vez ou outra, surgem oportunidades nas quais a credibilidade do Ibope é posta à prova. Pelo twitter, é comum ver diretores, produtores, roteiristas e coordenadores de programação reclamando do Ibope. O autor Tiago Santiago, que escreve a novela Amor e Revolução no SBT, é um dos que mais mostra insatisfação com a medição de audiência. Santiago já chegou até a apostar o próprio nome caso os números de sua novela não subam. Até agora, segundo o Ibope, continuam no patamar de 4, 5 pontos.

Essa exclusividade, no entanto, está severamente ameaçada. Segundo informação da Folha de São Paulo, a Nielsen, empresa americana de medição de audiência, começa a se instalar no Brasil e prometeu prazos relâmpagos para entrar em operação. Assim que o serviço estiver disponível para contratação, o prazo para o início do fornecimento de números será de até dois meses. O objetivo é atender à crescente demanda das emissoras insatisfeitas.

Com a concorrência no mercado da medição de audiência estabelecida, mudanças no cenário da TV no Brasil serão consequência direta. Todo o mercado publicitário estrutura suas ações de veiculação de comerciais com base nos números do Ibope. Se esses dados passarem a ser questionados, o valor de inserções publicitárias vai ser drasticamente alterado.

Record é vice-líder pelo quinto ano consecutivo

  • Globo tem em 2011 o seu pior desempenho na história da medição de audiênciaA Record garantiu a vice-liderança de audiência durante todo o ano de 2011.Este é o quinto ano consecutivo que a emissora registra o segundo lugar na média anual.Segundo pesquisa do Ibope, na média entre 7h e 24h, a Record teve 7,2 pontos de média na audiência da Grande São Paulo em 2011.O bom resultado da Record foi 26% maior do que o alcançado pelo SBT no ano passado.

    A emissora de Silvio Santos fechou 2011 em terceiro lugar, com média de 5,7 pontos.

    Enquanto isso, a Globo registrou no ano de 2011 a sua pior audiência em toda a história da medição dos pontos de Ibope.

    Segundo o jornal Folha de S.Paulo, a emissora carioca obteve 16,3 pontos de média em 2011.

    Há cinco anos, a audiência da Globo cai sistematicamente. Para se ter uma ideia, em 2006 ela fechou o ano com 21,4 pontos de média. Já o número de 2011, 16,3 pontos, é 24% menor. Ou seja: a emissora perdeu praticamente um a cada quatro telespectadores nos últimos cinco anos.

    A Band, em quarto, ficou com 2,5 pontos de média em 2011. Já a RedeTV! fechou o ano com 1,4 ponto, na quinta posição.

    Cada ponto no Ibope corresponde a cerca de 58 mil domicílios na Grande São Paulo.