Sobre a distância

Abraço o seu vazio,
Abraço seu.
E estou amando sabia
porque te amo.

Nossos corpos são copos,
que enchemos de beijos.

E tenho tido carinho,
o toque, o verbo,
sempre os carreguei comigo.

Talvez eu lhe pareça fiel.
Mas saiba, sou o sabiá da palmeira,
fui escrito para o seu amor.

E o meu ser é seu.