Hyag, o bárbaro contemplativo [RPG]

Hyag, o bárbaro contemplativo.

Histórico
Uma boa alma, era o que se dizia sobre a simplicidade de Hyaguaretee. Nascido em Ferádia, o jovem “Hyag”, como era chamado, sempre teve aptidão natural para o combate. Em contrapartida, seu pensamento é lento e Hyag costuma demorar a entender piadas e pensamentos mais complexos. Acabou fazendo parte da guarda da cidade, mas um grupo de oportunistas descobriu que Hyag apreciava um bom assado de carneiro, o que, tragicamente, resultou em seu aprisionamento e venda como escravo a um grupo de humanos, mais precisamente uma guilda obscura de ladrões.

Considerado “Indolente” porém vigoroso por seus captores, Hyag conseguiu fugir de seus “donos”, e por fim acabou adotando uma vida de mercenário, auxiliado por um taverneiro chamado Lauthinan, que o acolheu quando de sua fuga. Hyag não é uma criatura ambiciosa, e fica feliz quando pode comer bem, ou quando consegue alguma arma ou equipamento novos. É com isso que costuma gastar todo o dinheiro que possui. Atualmente usa uma bela espada que obteve como presente de Lauthinan, por seus bons serviços ajudando na taverna. Hyag também adora contemplar uma bela paisagem: o mar, o céu, as estrelas ou vales repletos de árvores, apesar de não compreender exatamente porque acha essas coisas tão bonitas.

Talvez alguma amizade antiga anterior à sua captura tenha um efeito positivo em Hyag, da mesma forma que fica furioso quando reencontra alguns de seus captores. A simples menção da guilda que o capturou faz com que Hyag rosne, automaticamente, o que já lhe trouxe alguns problemas. Declarar abertamente ser membro de tal guilda, e principalmente gabar-se por isso já causou a morte de um ou dois desavisados.

Apesar de ser desconfiado e algumas vezes indócil, a verdade é que belas paisagens, uma arma bem acabada e especialmente uma boa tigela de carneiro assado fariam facilmente a alegria de Hyaguaretee.

Itens:Espada, escudo, alguma comida de emergência e alguns itens para cozinhar (uma pequena panela, gravetos de madeira etc), alguma água.

Dinheiro: nenhum, e se tiver provavelmente vai gastar tudo com comida. Aparecendo alguma arma ou item que “brilhem bonito”, ele se dispõe a economizar.