O Fotógrafo – Manoel de Barros

Difícil fotografar o silêncio. Entretanto tentei. Eu conto: Madrugada a minha aldeia estava morta. Não se ouvia um barulho, ninguém passava entre as casas. Eu estava saindo de uma festa. Eram quase quatro da manhã. Ia o Silêncio pela rua carregando um bêbado. Preparei minha máquina. O silêncio era um carregador? Fotografei esse carregador. Tive…

Versos íntimos – Augusto dos Anjos

View this post on Instagram À pedido de @magalhes_ana Versos íntimos versão Childish Gambino. Kkk A post shared by Giovani Gomes (@desilusoesliquidas) on Jul 17, 2018 at 6:25pm PDT Vês?! Ninguém assistiu ao formidável Enterro de tua última quimera. Somente a Ingratidão — esta pantera — Foi tua companheira inseparável! Acostuma-te à lama que te…