Terno vermelho

(Jefferson Sarmento) – A gente tem vida de trote, mas quando aparece o homi do terno vremeio, aí cê num manga do vigário não que é hora de acertá as conta. Segura esse misera aí, Baguio. O jagunço agarrou o Juvenal pelas bolas e fez o rapaz se ajoelhar de dor. Mas Zé Baguio teve…

O curativo

(Mitsue Siqueira) Era quarta-feira de manhã, ele tinha acabado de voltar da rua. Pouco antes de sair, me procurou para dar um abraço e um beijo. Sempre teve esse hábito engraçado de se despedir sem poupar afeto, mesmo quando fosse à rua rapidinho comprar algo que tivesse acabado de última hora. Respondi ao gesto com…

Vamos juntas

(Wellytania Thaís) De dia era mais tranquilo, Raquel caminhava até o colégio onde trabalhava. Coisa pouca. Depois de pegar dois ônibus, ainda andava uns três quarteirões até chegar ao trabalho, o que para qualquer homem podia até não parecer muito, mas para Raquel era. Era muito porque também era para Gabriela, Letícia, Maria e todas…